sexta-feira, 8 de março de 2013

OS FUNDAMENTALISTAS BRASILEIROS

O RACISMO EXPLÍCITO... É PARECIDO O REMENDO?


UM ABISMO DE DIFERENÇA ENTRE AS MOTIVAÇÕES DAS MANIFESTAÇÕES NA PRAÇA DOS TRÊS PODERES, EM BRASÍLIA, E AS DA PRAÇA TAHRIR, NO CAIRO


O pastor, deputado e candidato a presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara (Quer cuidar dos interesses das minorias), Marco Feliciano, entre outras pérolas preconceituosas afirmou: “Afrodescendentes são amaldiçoados. Não sou eu que digo, é a bíblia.", citando Gênese 9:25-27

           Talvez interpretações da bíblia como esta tenha sido responsável pela conivência da Igreja com a escravidão à época da colonização da América, a ponto de se especular que os religiosos consideravam os negros seres “sem alma”, meros animais para o trabalho.
 Agora, as explicações deste pastor parecem evidenciar a teoria da história cíclicae mesmo após tantos séculos, alguns religiosos continuam engatinhando numa demente infância espiritual, onde indulgências e venda de relíquias transvestiram-se em "dizimo eletrônico, com débito em conta corrente ou parcelado no cartão, e o desejo clerical por riqueza e poder, com as raríssimas exceções da regra, permaneceram inalterados como nas épocas mais sombrias da humanidade.
           Estes "novos religiosos" não se dão conta que a Constituição de 1891 transformou o Brasil  em um  Estado laico, daí existir 
anos-luz de distância entre as manifestações (clique aqui) da Praça Tahrir, no Cairo (em árabe, praça da libertação), e as (clique aqui) da Praça dos Três Poderes, em Brasília. 
Lá, os protestos são contra a influência da Irmandade Muçulmana e dos radicais salafitas na islamização da Constituição egípcia. Não aceitam e pagam até com a vida a defesa do laicismo, onde a religião não possa interferir em assuntos de Estado (Na Turquia também).
       Aqui, ao contrário, os "seguidores" religiosos lotam a Praça dos Três Poderes, em Brasília para manifestar fundamentalismos que negam a pluralidade e a diversidade humana, e as ricas ($) bancadas evangélicas, com suas poderosas bases financeiras e eleitorais localizadas nas periferias urbanas brasileiras, influenciam cada vez mais nossa legislação, e em decorrência da força que adquiriram com todo este preocupante crescimento, particularmente nas comunicações e na política, são permanentemente"assediados" pelos poderosos
           Tempos de trevas... de “lobos em pele de ovelhas”. Continuando como está, com o aumento crescente de poder, não causará espanto se estes pastores  conduzirem seus "rebanhos" em direção a um Estado confessional como o do Irã dos aiatolás, ou como pretendem os talibãs, que pararam no tempo com seu ideal político-religioso, querem recuperar todos os principais fundamentos do Islã, influenciando a cultura e o comportamento social, além de todo o sistema político.
         
           Segundo estes líderes n
inguém precisa pensar, é só "crer" e seguir em manada as orientações de seus novos profetas.           
           "Povo marcado, povo feliz"... Vida de gado!

CLIQUE NA FOTO E CONHEÇA UM PASTOR DE VERDADE

AFRODESCENDENTE AMALDIÇOADO?
                                    
 ALGUÉM PODERIA IMAGINAR ESTA SITUAÇÃO?

ENGANA-SE QUEM PENSA QUE NESTA FOTO O
PASTOR MARTIN LUTHER KING ESTEJA FAZENDO
O SEU FAMOSO DISCURSO “I HAVE A DREAM” (EU
TENHO UM SONHO).
NA VERDADE ELE ESTÁ DISTRIBUINDO ENVELOPES
PARA “OFERTAS VOLUTÁRIAS”, FORNECENDO O
NÚMERO DA CONTA BANCÁRIA DA IGREJA E
CITANDO LEVÍTICO PARA JUSTIFICAR SEU ATO.

PENSE NISSO QUANDO ASSISTIR NA TV AQUELE PASTOR QUE VOCÊ TANTO ADMIRA. 

11/03/2013 - O deboche do Congresso com o povo brasileiro se consolidou... Já temos um novo presidente na Comissão de Direitos Humanos e Minorias.


Um comentário:

Professor Zeluiz disse...

Parabéns, Fernando!
Você continua afiadíssimo.

Um abraço.