sexta-feira, 28 de abril de 2017

GREVE GERAL (28/04/2017). POR QUE SERÁ QUE JUÍZES TRABALHISTAS, ADVOGADOS TRABALHISTAS E OS SINDICALISTAS SÃO OS MANIFESTANTES MAIS EXALTADOS CONTRA A REFORMA TRABALHISTA.

 MINHA HISTÓRIA:
      “Há quase trinta anos, com a morte de meu sogro, contratamos um retireiro para continuar o negócio da família.
    Fizemos contrato de "Parceria Agrícola", registramos em cartório, e ao longo dos anos guardamos todos os recibos da divisão da venda do leite.
    Há oito anos nosso retireiro teve problemas de saúde, aposentou-se pelo FUNRURAL, e resolveu encerrar o contrato.
    Fui procurado por sua filha e ela, muito educadamente, disse saber que seu pai não tinha direitos trabalhistas, mas perguntou-me se não poderia dar-lhe alguma compensação financeira "pela vida que ele dedicou à nossa propriedade".
    Sabedor da forma como são assediados trabalhadores com esse tempo em uma propriedade ruaral, e como estes 30 anos foram marcados por muita responsabilidade e companheirismo disse que ia conversar com os familiares e que depois daríamos uma resposta.
    Reunida a família, resolvemos vender todo o gado leiteiro e doar o dinheiro para o nosso querido João, que ficou muito satisfeito. Ele mesmo vendeu o gado e ficou com todo o dinheiro.
    Isso foi há seis anos e até hoje mantemos o relacionamento fraterno de sempre..
    Concomitantemente, neste mesmo período, meu concunhado que é fazendeiro, teve vários funcionários em sua fazenda, e que apesar de registrados, com todos os direitos trabalhistas respeitados, muitos entraram com ações na Justiça do Trabalho e, sem outra saída, teve que fazer ACORDO e pagar valores que estes trabalhadores, definitivamente, não tinham direito".
O QUE VOCÊ ACHA? SE NOSSO MEIEIRO ENTRASSE NA JUSTIÇA DO TRABALHO, TERÍAMOS OU NÃO QUE TAMBÉM  FAZER UM "ACORDO"?
O que você pensou está no inconsciente coletivo sobre a "JUSTIÇA" do Trabalho.
Não é de  estranhar que as manifestações mais exaltadas contra as reformas trabalhistas são de advogados e juízes trabalhistas... Com a reforma isso vai acabar.
SINDICALISTAS também serão os grandes prejudicados com o fim da contribuição compulsória dos trabalhadores (um dia de trabalho por ano) para os sindicatos... Segundo o Senador Magno Malta “a contribuição sindical sustenta as milícias do PT”, que estão nas ruas hoje promovendo a GREVE GERAL.
A OPINIÃO DO SENADOR MAGNO MALTA SOBRE A GREVE GERAL:



JUÍZES E ADVOGADOS TRABALHISTAS... CLIQUE AQUI

SINDICATOS: CLIQUE AQUI

Nenhum comentário: