terça-feira, 20 de janeiro de 2009

FIQUEI ENVERGONHADO!!!!

Caros amigos,
Peço perdão por não ter essa tal “atitude de blogueiro” (não quero cantar só no banheiro), na verdade fiquei muito envergonhado por ter agido como um menino pirracento que não está conseguindo dar umas “lambidas” naquela gostosa e doce “rapadura”.
Foi só um momento infeliz... Fiquei de saco cheio, fiz a postagem e agora fui surpreendido com todo esse carinho e solidariedade. Fazer o quê?
Há alguns dias fiz um comentário no blog de uma amiga da lista de Blogs Educativos, falando exatamente isso, que sou o típico egoísta, LEIO e ESCREVO em blogs(e gosto), mas raramente faço comentário.
Pensei em deletar esta postagem, mas como hoje aprendi acima da média, com "todos" os comentários (do blog e da lista), talvez ela sirva de estímulo para outros blogueiros em crise.


FOTO

DESISTO!

BLOGUEIRO SEM EGO TEM MAIS QUE SAIR CORRENDO
Apesar de gostar, sou muito preguiçoso para escrever, e o blog submete-me a uma disciplina que, efetivamente, não tenho.
Hoje meu blog está completando 100 dias, foram 2795 visitas, acredito, que uns 50% tenha sido eu mesmo para olhar o contador de visitas ou procurar algum comentário, e os outros 50% é fruto da minha inconveniência ao convidar os amigos para visitá-lo... coisa de chato.
A maior frustração do blogueiro é a falta de visitas/comentários, uma semana inteira sem eles é o fim... às vezes tenho a impressão que existem mais blogs que leitores, mas um olhar mais atento mostra uma realidade cruel (no meu caso)... além de eu não ter a habilidade para despertar interesse do leitor, o blog ainda é uma mídia que, salvo os leitores blogueiros, a maioria das pessoas não têm o hábito de ler.

32 comentários:

Miriam Salles disse...

Fernandão,
Como assim, desisto?
Faça isso não!!
Pense nos seus leitores via google reader que não aparecem nas estatísticas!!
E vou lhe contar uma coisa: nos meus primeiros 100 dias de blog não cheguei nem perto desse número de visitas.. e mesmo depois de 3 anos, às vezes passo semanas sem receber um mísero comentário!
bjo

Jenny Horta disse...

Ei amigo, não me faça uma coisa dessas!!!! Ai ai ai!!! Temos que ter o EGO sim, mas o objetivo é colaborar na rede. Se tem professores que ainda não conhecem a rede, não podemos desanimar!
Faço pedagogia e tenho colegas que estão na faculdade que, apesar de divulgar o blog lá, não recebo visita alguma...Mas em compensação vejo aí pelo interiorzão deste nosso país, muitos professores engajados e antenados. O bllllog de sua escola é lindo e vc merece sempre o reconhecimento de seus alunos:isso é o que importa!

Marli disse...

Fernando!
Fas dias que não tenho a mínima inspiração para escrever lá no blog. E olha que eu recebo comentários. Sei que muita gente lê o blog mesmo sem deixar sua participação e isso por vários motivos: falta de hábito em escrever, falta de tempo, falta de opinião, etc, mas com certeza quem passa e lê semre carrega algo pra si. Não deixa de blogar não. Beijo! Eu to pedindo.

Marli disse...

Em tempo, onde se lê fas, leia-se faz. rsrsrsrsrs...

EDNA STORINO disse...

Oi Fernando!

Não faça isso...não desista!
Olha, o meu está no ar há 06 meses e só tenho 688 visitas e provavelmente metade seja eu, mas não desisto e olha que o apelido do computador aqui em casa é Ricardão.
Abraços
Edna

teacher vera disse...

ah....chora não, neném! a rapadura é doce mas não é mole....mas se pode dar umas lambidas! eu venho aqui sempre! adoro o que vc escreve....mas vc rem razão: quase nunca deixo comentários - e isso é um erro! admiro vc e sua forma de escrever, mas sou muito introspectiva. olho, reflito, pondero e vou embora, prometo que deixarei recados com mais frequencia.mas foi bom esse seu desabafo pra eu me lembrar sempre de que se eu não marco minha presença com palavras, o blogueiro jamais saberá que eu estive lá. e, às vezes, isso é tão importante!
não fique triste. você é ótimo.seu blog é bárbaro. assisi o video que você postou no dia que você postou, refleti sobre ele. saiba que você é muito importante para a comunidade.
super beijo
vera

Lenira, Deolinda, Claudiane, Vanda disse...

Não subestime tanto assim a sua capacidade meu amigo! Pra começar vale o jargão "brasileiro não desiste ..."
E o seu blog é indispensável, não é o volume de postagens que conta, o valor de um blog está na qualidade do seu conteúdo. E suas postagens são um deleite nesta diversidade. Consegui despertar em alguns adolescentes (monossilábicos) um olhar diferente para a rede indicando seu blog.

Simplesmente mude a postura e comece a postar mais e divulgar o seu trabalho.

Abraços...

Elis Zampieri disse...

Oi Fernando,

Eu penso que o ato de blogar, para virar um hábito tem que nos fazer tão bem ao ponto de, com ou sem comentários nos dispormos a tirar alguns (muitos as vezes) minutos do nosso tão escasso tempo para sentar-nos em frente ao computador, organizarmos nossas idéias e escrever algo.

Muitas vezes não é coisa fácil. Esses dias reclamava com meu marido que não entendia como ele podia gostar tanto de futebol, uma coisa tão chata, pra mim. Ele respondeu: "Não faz mal que não entenda, também não entendo muita coisa que você faz." (Se referindo aos blogs)

Confesso que até já me questionei sobre a importancia disso pra mim. Cheguei à conclusão que blogar é uma coisa que me faz crescer. Que faz bem pra MIM, antes de qualquer coisa.

Ultimamente, com pouquíssimo tempo disponível, o número de postagens diminuiu, (e a quantidade de blogs aumentou) :-) Não penso em parar.

Se era por falta de comentários...olha aí ó, um monte já! :-)

Brincadeiras à parte, eu gostaria de poder continuar te lendo.
Acho que vale a pena sim.
Bjos.

Suzana Gutierrez disse...

Oi Fernando

Pelo número de comentários, parece que tu és lido sim. Só pra te dizer: eu te leio via Google Reader, quase sempre, mas hoje vim aqui pelo email da lista.

Eu não entendo esta importância dada aos contadores de visitas, no sentido quantitativo. À mim interessa saber porque estão me lendo e isso é uma das coisas que as estatísticas do blog recuperam.

Porém, o cara que entrou lá atrás de "louras nuas" marcou ponto no contador, mas foi um equívoco.

Se o título desta tua postagem fosse "a pornografia dos blogueiros sem ego" ou "blog deixa nuas as intenções do blogueiro", a simples manipulação das palavras te traria um número de tarados suficiente para fazer rodopiar o contador :)

Blogar é uma coisa de quem gosta de escrever e nem todo mundo gosta; blogar é uma coisa que tem de atender ao blogueiro, as suas necessidades.

Ter leitores é bom, ter comentários é bom (sabias que fica em 1% +- o número de visitantes que comentam?)

Agora,uma observação. Nas postagens visíveis na primeira página do teu blog, não encontrei nenhum link que se refira a outros blogs, que dialogue com postagens de colegas. E há poucos links nas postagens.

Se um blog não conversa, ele não tem respostas. Os links são estas possibilidades de conversa, a referência a textos de colegas e de outros blogueiros são uma chamada ao diálogo.

A conversa, também parte da leitura e do comentário em outros blogs. Dá uma espiadinha nos "trends" do teu google reader e veja como anda a tua leitura de outros blogs, em especial o de colegas.

Outra coisa que observei é que tens muitos blogs. Um para cada assunto. Isso dispersa e exige muito de ti. Porque não juntas todos em um e usas as categorias?
As "máximas do Che" poderia ser uma categoria e não um blog e, assim, outros blogs também.

É fácil fazer isso importando as postagens.

Pensar em parar não é uma coisa ruim, por que é um ponto de inflexão e de reflexão. E, como as colegas, torço para que tu resolvas continuar.

bjsss

Sérgio F. Lima disse...

Opa Fernando!

100 dias é um período curto pra você desistir.

Muita gente que visita um blogue não comenta porque:

- Lê num leitor de feed
- Tá sem tempo
- Tá sem inspiração no momento
- O autor nunca responde os comentários
- o autor coloca duzentos mecanismos anti-spam que desistimula o cmentário
- o autor modera os comentários
- etc...

Pode ser que você não esteja em nenhum destes casos, mas não é motivo para desistir.. pense em cauda longa

abraços

Lilian disse...

Fernando,
também tenho poucos comentários, mas acho que a blogagem é algo que vai tomando corpo. 100 dias é tão pouco tempo...
escrevi algo sobre o tema aqui:
http://discursocitado.blogspot.com/
abço
Lilian

luainternauta disse...

Não desista não! Sempre tem gente que lê... Eu mesma leio pelo google reader e por falta de tempo acabo não deixando comentário... Mas deixei este :) Bjs

Miriam Salles disse...

Oi Fernando!
Que bom que você não desistiu!
E não tem porque se sentir envergonhado... que levante o mouse quem nunca teve uma crise parecida e pensou em desisir!
gde bjo

Lenira Barbosa Zandomenico disse...

Pois é amigo! Não fique envergonhado não! O melhor de tudo é saber que voce não vai desistir...

Abraços...

Jenny Horta disse...

Não tire a postagem não porque aprendemos com nossos tombos, né???
Eu que o diga, literalmente, agora, com a perna imobilizada, vejo como a mãezona já deveria ter deixado os filhos se virarem...e estão se virando, graças a Deus e ao meu tombo!!!

Veneza de Almeida Babicsak disse...

Fernando,

desistir é uma palavra tão forte quanto nunca.

nunca disista de teus ideais.

abraços, Veneza

José Luiz disse...

Fernandão, para (essa nova ortografia é difícil de tolerar) com isso! Você está fazendo c... doce. Parece um menino mimado querendo a atenção de todos. Conforme-se. Acho que você até tem bastante comentários sim. Leia com atenção a lição de Suzana Gutierrez; eu aprendi muita coisa com ela aqui hoje.
Grande abraço.

PS.: comentário por comentário, estou dando de 10 a zero fazendo os meus aqui no seu. Acho que você perdeu o endereço (http://professorzeluiz.blogspot.com/). Faça como eu: o teu link está lá.

teacher vera disse...

É....ainda bem que a cabeça esfria e a gente desperta pra vida! hehehehehe se todos que não tivessem leitores assíduos desistissem....a blogosfera estaria mais pra deserto do que pra praça de alimentação!
Não desperdice seu talento! Nós todos precisamos muito de sua visão iluminada!
prometo que toda vez que bater meu cartão aqui, deixarei um post!
abç

Roseli Venancio Pedroso disse...

Fernando,
Não fique envergonado não pois essa sua parada reflexiva valeu para todos nós também. No meu caso, tenho dois blogs que de início, parecia que não era lido pois estava nesse exemplo que você deu. Ficava triste principalmente por não ver profissionais de minha área me valorizar. Mas aos poucos fui ganhando visibilidade com pessoas até de outros países e isso me estimulou a continuar. Além do mais, o prazer que sinto em escrever é tão grande que supera o resto. Fique e continue pois eu sou uma dessas leitoras que estão sempre correndo mas que sempre passam por aqui.
Bjs

Fabíola Saldão disse...

Olá amigo secreto

Eu indiquei este blog para o Prêmio Dardos

debatendolinguainglesa.blogspot.com

Professor Zeluiz disse...

Já temos blogueiro especialista em marketing.

Dadace disse...

E agora,Fernando? Para!( agora sem acento). Para,desse jeito?
se nós que gostamos de ler, discutir, comentar, paramos,acabamos com um suporte como este site, deixamos muitos em determinadas "prisões"."As cidadelas da liberdade são as casas(sites) de estudo.
Um forte abraço
Dadace

Dadace disse...

Citei e esqueci de colocar o autor."As cidadelas da liberdade são as casas de estudo"
Rabino Jonathan Sacks in Jesus Judeu, uma publicação das Edições CNBB

Vanessa Tostes disse...

Fernandão,

Seu Blog é uma importante ferramente de interação com as pessoas. Eu particularmente aprecio a forma que vc o manuseia, e os temas smepre atuais e reflexivos. Meu caro, moramos num país onde a leitura não é hábito da maioria, e por menos que pareça sempre vejo retorno nas suas propostas de interação. As pessoas participam... Entendo sua expectativa.. Eu mesma criei um e não dei continuidade. Inclusive recebi um carinhoso recado de Maria sobre meu texto.. Semeador de Esperança e nem seuqer consegui responder.... Esse drama é natural nossa tenho muitos amigos que excluiram pela falta de acesso... mas no geral seu Blog está muito bem. Acesso todas as semanas. Não pare... Abraços..

Vanessa Tostes disse...

Fernandão,

Seu Blog é uma importante ferramenta de interação com as pessoas. Eu particularmente aprecio a forma que vc o manuseia, e os temas sempre atuais e reflexivos. Meu caro, moramos num país onde a leitura não é hábito da maioria, e por menos que pareça sempre vejo retorno nas suas propostas de interação. As pessoas participam! Agradeça, por que o meu não vingou rsrs.. Entendo sua expectativa.. Eu mesma criei o meu e não dei continuidade. Inclusive recebi um carinhoso recado de Maria sobre meu texto.. Semeador de Esperança e nem sequer consegui responder.... Esse drama é natural. Nossa tenho muitos amigos que excluiram pela falta de acesso... mas no geral seu Blog está muito bem. Acesso todas as semanas. Não pare... Abraços..

Diogo e Clícia disse...

Meu Amigo Fernandão, não se envergonhe e não desista, talvez a preguiça faça as pessoas não comentarem, mas com certeza estão todos sugando as informações que você nos passa, afinal todos nos sabemos que Fernandão é Historia, cultura e muito conhecimento, com você só temos a aprender. Abraços

FERNANDÃO disse...

Franz Kreuther Pereira (http://esteblogminharua.blogspot.com/) faz parte do "meu" grupo de Blogs Educativos, e este foi o seu comentário enviado por e-mail ao grupo:
"Tentei postar um comentário no post em questão, mas não obtive sucesso na hora de publicá-lo, pois sempre dava um erro(??!!)
Seguinte: desistir do blog porque poucas pessoas acessam seu blog não me parece uma atitude de blogueiro. Blogueiro não é só quem tem um blog, mas o que visita e que LE blogs, e que ESCREVE num blog.
Penso que ha' blogs em que o proprietário sente grande necessidade de escrever, registrar, refletir (postar), e por se sentir bem com isso, por gostar do que escreveu, não se incomoda se vai ser lido por 1 ou 1000 pessoas. É como cantar no chuveiro: pode ser que ninguém aprecie teu canto, mas o cantar te lava a alma, te deixa contente, feliz. Escrever e' um impulso incontido que nos da' prazer.
Por isso, penso que escrever pode ser mais importante que ser lido. Escrever e' se revelar, expor o EU, e ser lido e' permitir que o outro conheça meus pensamentos, minhas noias, minhas preferências e temores, meus amados e meus desafetos, minhas ambições. Ser lido é ter suas idéias reconhecidas, debatidas e nem sempre aceitas pelo grupo. Mas ser lido e', essencialmente, se fazer ouvir, nem que seja você próprio o ouvinte.
Ha' tanta gente que engavetada seus escritos, não é? Para elas é mais importante escrever que ser lida. Escrever deve ser como se desnudar para tomar banho, ou seja, um ato intimo, uma questão de 'higiene' para a mente, e para o corpo. Mas se a pessoa escreve um blog com pretensões de ser escritor, então receber comentários, ter milhões de acessos, ser lido e' fundamental.
Ha' muitos blogs com zilhoes de leitores, mas que Vc visita para ver e não para ler. P. ex. blogs sobre sexo: não ha' nada para se ler lá'! Outros blogs, contudo, tem conteúdo feito de apostilas, tutoriais, dicas e informações técnicas etc. Seus visitantes nem sempre são leitores interessados nas idéias e reflexões do blogueiro.
É claro que ha' prazer em ser lido, mas (no meu caso) ha' muito prazer em escrever. E ser lido ou não e' algo que não me tira a satisfação de escrever, de ler o que escrevi e de postar, para que um dia alguém possa ler.
Desta chuvosa Belém"
Franz

Caro amigo Franz,
Depois de anos, partilhando o nosso dia-a-dia virtualmente, não poderia deixar de acrescentar seu comentário, muito menos tratá-lo de outra maneira que não seja por "amigo".
Só depois de vários dias de reflexão é que o "espírito de blogueiro" começou a "baixar". Não diria que eu seja um bom "cavalo", já que "baixou" só parte desse "espírito".
Reconheço que, quando escrevo, lavo minha alma... fico nu... exponho-me, e que tudo isso me dá uma enorme satisfação e me deixa muito feliz.
Mas a essência do blog é exatamente a interação, e se ela não acontecer, caso eu seja lido por apenas uma pessoa, não saberei se as idéias que defendo e proclamo, têm ou não consistência, se preciso fazer alguma correção ou mudá-las radicalmente.
Isto só será possível se "mil pessoas" forem incisivas, como você, em seus comentários.

Andréa Motta disse...

Fernando, eu também estou no Grupo Blogs Educativos e foi através dele que descobri esse seu blog. Não se preocupe com a quantidade de comentários; é a minoria dos leitores que comenta e isto ocorre por motivos diversos. Pior do que não ter o "post" comentado é perceber que a outra pessoa só entrou pra dizer que o "blog é lindo. Amei!", mas que ela não tem a menor idéia do que você escreveu. Passei por uma situação dessa esta semana: um certo leitor convidou-me a participar de um blog coletivo e me deixou a seguinte pergunta: "Sobre o que você gosta de escrever?"; para mim ficou claro que ele não lera, embora ele tenha deixado o convite no meu blog sobre língua portuguesa.
Há, sim, leitores "não-blogueiros"; poucos, mas há. No meu caso,eu sei que são os meus leitores que recebem os posts por email; que tal oferecer também essa alternativa aos seus?
De qualquer modo, o valor do post não se mede pelo número de comentários, porém pela qualidade do texto e com isso você não precisa se preocupar. Um abraço!

Anônimo disse...

Hola muy bonito blog! Hombre .. Hermosa .. Increíble .. Voy a tu favorito y tomar la alimenta también ...

Anônimo disse...

Oi é a 1ª vez que li a tua página e gostei muito!Espectacular Trabalho!
Adeus

Anônimo disse...

vom Anfange bis zum Ende des Mahlprocesses ein,

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.