quinta-feira, 23 de setembro de 2021

HOJE ACORDEI CARENTE E INSEGURO

RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE

"Não sei a hora, mas sei que há a hora"
A Última Nau - Fernando Pessoa

Rascunho e diversão online
          Estou com setenta anos, meu netinho com seis, escrevo compulsivamente, agora, por exemplo (23/09/21), estou há quatro horas escrevendo (3 últimos posts: 1, 2 e 3), é como se eu pudesse continuar conversando com ele, sobre os mais variados assuntos, mostrar-lhe as coisas que gosto, meus valores, comentar sobre o meu dia-a-dia... até, quem sabe, 2085, quando ele então terá a minha idade, e talvez viverá até muito mais, a expectativa de vida das pessoas só aumenta, mas quando ele chegar lá, eu já estarei há muito tem "adubando narcisos" (Carpe Diem, há 10 anos).
           Por que? Só conheci minha avó materna, vó Zica, e dela só tenho fragmentos da memória infantil, algumas não muito boas. 
           O avô materno e a avó paterna não tenho uma foto sequer, um pouco mais de informações sobre meu avô paterno, do meu pai deixo para ele o resumo do que aprendi e admirava, e o que pincei da sua personalidade que mais admirava, guardei com muito carinho em meu coração.
            Tenho uma misteriosa ligação de almas com meu filho, assim que acabei de escrever esta postagem, recebi uma notificação de uma postagem dele em que falava exatamente da mesma coisa... avó.
         Quem sabe, algum ex-aluno também esteja vivo em 2085, bem velhinho, e entre no meu Facebook, quem sabe sinta um pouco de saudade dos anos "extraordinários" que vivenciamos juntos: Aqui e aqui

domingo, 29 de agosto de 2021

O QUE HÁ EM COMUM ENTRE LULA E BOLSONARO?

RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


          Antigamente uma das minhas muitas críticas a Lula era contra os seus constantes ataques à imprensa livre, ainda hoje ele a culpa mais pela sua prisão do que escândalos como o Mensalão e o Petrolão, tanto que incluiu em sua pauta para a campanha de 2022 regulamentar seu antigo e natimorto "Controle Social da Mídia".
         E a sua progressiva "boiada", aquela que fica à esquerda daquele outro "gado", também tem nele a mesma representação fantasiosa, uma espécie de fanatismo religioso, desenhado por mecanismos mentais que, em outras palavras, tem exatamente o mesmo significado que a palavra "MITO"... uma prisão psicológica que necessita de um tratamento reflexivo
 coletivo, e de início sugiro uma reflexão sobre a letra da canção "I Want To Break Free", e nos posts que fiz ontem, "Educando Mídia" e anteontem, "Nossas Opções para 2022".

Eu quero me libertar
Eu quero me libertar
Eu quero me libertar das suas mentiras
Você é tão autossuficiente, eu não preciso de você
Eu tenho que me libertar
Deus sabe, Deus sabe que eu quero me libertar...






quinta-feira, 26 de agosto de 2021

INDIRETAS


RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


          Uma indireta nas redes sociais quando mirada para apenas uma pessoa sempre atinge outras 20, e mesmo quando tem objetivos pedagógicos, quase sempre o ego cria um escudo protetor impedindo que ela atinja seus objetivos.
          Minha excessiva autocrítica impede essa proteção, ainda que não seja para mim e mesmo que a considere injusta, sempre aprendo alguma coisa,
           Se foi pra mim, indireta ou não, independente de acertar o alvo ou não, se foi critica construtiva ou não, se teve intenção pedagógica ou não, critico o governo Bolsonaro sim, e faço isso porque sou democrata, e também porque sempre fiz críticas aos governos petistas, mas nunca defendi mitos, de esquerda ou de direita, e sim instituições fortes, principalmente a Câmara dos Deputados pelo voto distrital, e colocar na Constituição listas tríplices, elaboradas pela Procuradoria e pela Magistratura, para escolha da PGR e Ministros do STF, além de mandato por tempo determinado.
            Quanto à indireta, nunca defendi aqui "escola sem partido", o mais próximo que já escrevi foi defender a liberdade do aluno em relação a doutrinação em sala de aula, e por criticar o Ministro da Educação de Bolsonaro, não faz de mim um "traidor", porque não posso trair o que nunca defendi, muito antes da última eleição, minha posição sempre foi escancarada, este post fiz antes das eleições de 2018
            Ser liberal etimológico, inclusive nos costumes, nunca fez de mim um bolsonarista, ainda mais quando defendem AI-5, e me vira o estomago esses defensores "da família, da pátria e da moral", capitaneados pelos pastores Edir Macedo, Silas Malafaia, Marco Feliciano, Valdomiro Santiago, e outros honestíssimos moralistas patriotas de plantão.
               Não tenho como me calar só para não ser rabugento.

             



quarta-feira, 14 de julho de 2021

PENSAMENTO DE MERDA


         Uma minoria sempre exalou discretamente suas fétidas flatulências mentais, mas não se enganem, todo esse esgoto a céu aberto que vemos hoje já circulava no subsolo, só faltava alguém desobstruir os bueiros para que as ideias pudessem vazar e circular livremente pelos retos verbais em pastosas materializações do pensamento.

 

quinta-feira, 8 de julho de 2021

NARRATIVAS COLETIVAS


RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


      Petistas e bolsonaristas tem, na maioria das vezes, as mesmas "narrativas coletivas", você lê o que um militante compartilha, constata que o que está escrito não tem a mínima interferência pessoal, nada é autoral. As opiniões sobre determinados assuntos são exatamente iguais e coletivas, por isso quando é noticiado um fato novo na imprensa, antes de ler, sei exatamente o que esses militantes vão publicar. Cada lado sempre exalta o que consideram positivo, e negam categoricamente os FATOS negativos, como se fossem mentira ou não existissem, até as justificativas são iguais: "intriga política, invenção da oposição, culpa da impressa".
      Os dois principais líderes são considerados "semideuses". Outra característica em comum é que os dois lados fizeram alianças com o famigerado "CENTRÃO", e nunca focaram na PRINCIPAL REFORMA que o país necessita, a REFORMA POLÍTICA COM VOTO DISTRITAL, que vise realmente uma DEMOCRACIA plena, colocando, de FATO, os deputados sob a tutela do povo. para que REALMENTE nos representem, apesar dos atuais congressistas nos representar "mal e porcamente", por isso mesmo,  são eles quem realmente governam o país.
     
Politicamente, deixando de lado os "vendilhões do templo”, faço uma afirmação alterando a máxima de um desses dois "semideuses": "BRASIL ACIMA DE TUDO E POVO ACIMA DE TODOS", e faço essa afirmativa porque, na HISTÓRIA, todas as épocas que houve hegemonia religiosa sobre a política, OS HOMENS MERGULHARAM MUITO MAIS EM TREVAS DO QUE EM LUZ.


terça-feira, 22 de junho de 2021

JULIANA PAZ... MINHA MUSA DA LIBERDADE


RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE



“Eu não apoio as ideias arrogantes da extrema direita, eu não apoio delírios comunistas da extrema esquerda”  Juliana Paz


           Também sou um LIBERAL, e no sentido mais profundo da palavra LIBERDADE, não como esses “liberais” de araque do governo que atacam a imprensa livre, querem reeditar o AI-5, fechar o Congresso ,STF e mudar o sistema eleitoral comprovadamente eficiente.  
         A mesma coisa acontece com a esquerda petista, que defende diversidade e pluralidade de ideias mas não aceitam quem pensa de forma diferente deles.  “Neoliberal” nunca é alguém que defende liberdades, até já me indicaram livros  de escritores socialistas como se fosse ignorante e não os conhecesse. 
           Faço minhas as palavras da musa Juliana: “não sou bolsominio (...) Não me sinto representado por ninguém, ...”, mas concordo em parte com o ator Bruno Gagliasso quando afirmou que as pessoas que se declaram não serem de direita e nem de esquerda, na verdade apoiam o governo de Jair Bolsonaro, mas não ponderou que pensa assim porque o presidente é um ponto fora da curva, não aceita as instituições democráticas e defende intervenção militar, e até me penitenciei por isso em um post recente (final do primeiro parágrafo), mas repudio veementemente ele ter chamado Juliana de "Barbie fascista" como se ela estivesse  defendendo a hidroxicloroquina quando se manifestou contra o que achou uma forma machista a maneira como foi abordada na CPI da Covid, a pseudo-cientista Nise Yamaguchi.  
        Oscilo entre a centro direita e a centro esquerda, e centro não é "centrão", mas  parte da diversidade política, mas uma posição de equilíbrio, e estou aberto para discutir minhas posições, e aqui segue duas das muitas vezes que me manifestei sobre o assunto... Clique nos links:
1- ETIMOLÓGICAMENTE SOU UM RADICAL LIBERAL
2- PRIVATIZOU? DANÇOU!


segunda-feira, 21 de junho de 2021

“DEUS, A FAMÍLIA, A MORAL E OS BONS COSTUMES”


RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


O presidente Jair Bolsonaro se encontrou com Beatrix von Storch, deputada do partido Alternativa para a Alemanha (AfD), investigada pelo serviço de Inteligência alemão por propagar ideias neonazistas, xenofóbicas e extremistas.

Link adicionado em 26/07/2021 

                 Meu amigo de Facebook, Cridulóide da Silva, é crédulo, acredita em tudo que lhe dizem, esta semana o Cri-cri, se enrolou na bandeira do Brasil e, virtualmente, orou com os pastores Silas Malafaia, Edir Macedo Waldomiro Santiago e Marco Feliciano, defendendo “Deus, a família, a moral e os bons costumes”, o que ele não sabia, por não conhecer a História e sempre criticar os professores desse conteúdo,  que esse era o mesmo lema que Hitler usou para persuadir o povo alemão para aderir às suas ideias nazistas, aliás, no golpe de 64 o slogan também era "Marcha da família com Deus pela liberdade".
           Cri-cri e os pastores oraram também para que o "Mito” reeditasse o Ato Institucional número 5, fechasse o Congresso Nacional, o STF, oficializasse a censura fechando os principais jornais do país como o Estadão, Folha, Globo, etc., e novamente, como na época da ditadura militar, e colocasse a nossa "pátria amada Brasil" na vanguarda do mundo, como preconizaram, no vídeo, o ex-ministro da Cultura Roberto Alvim, o Assessor Especial para Assuntos Internacionais do Presidente da República, Filipe G. Martins e o Senador apoiador de Bolsonaro.

sábado, 19 de junho de 2021

O COMUNISMO... DE IDEIAS


RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE




         Quando faço uma crítica simultânea, a Lula ou a Bolsonaro, como fiz no último post, as pessoas não entendem, mas antes de desaprovar pontualmente, um ou outro, tenho um método, que está explícito na postagem que deixo fixada no primeiro post do meu Facebook e aqui no "QUEM SOU EU", no lado direito do blog:
"virtualmente, como se estivesse num simulador de voo, transporto-me nas ideias contrárias às minhas, experimento-as por dentro, provo-lhes o sentido, dou-lhes todas as razões, sinto-as minhas, e só então me sinto apto a criticá-las".
         Mas me previno para fazer essas incursões, coloco cinto de segurança e álcool gel no cérebro para não me contaminar com os argumentos de quem está intoxicado por convicções que até pouco tempo não eram as deles, posições que vieram de fora, assim posso experimentar as ideias de cada um adotou por dentro, provar-lhes o sentido, dar-lhes todas as razões, senti-las-minhas, e só então criticá-las ou elogiá-las.
          Tenho aprendido muito sobre convencimento, tanto com Bolsonaro, quanto com Donald Trump por eles terem conseguido "rasgar o tecido da realidade" e criar uma “legião” de seguidores sem darem importância aos fatos.
       Assisto boquiaberto pessoas inteligentes segui-lo como ovelhas, por isso essa "técnica de convencimento" precisa ser mais pesquisada, esmiuçada e debatida, as ideias são medidas pelas reações que provocam, se não tem valor, são ignoradas e passam despercebidas, mas se elegem um homem racista, sexista, anticivilizatório e desrespeitoso à presidência da República, essa forma de fazer polícia precisa ser analisada, esmiuçada e debatida exaustivamente, de preferência por uma quantidade maior de pessoas, por isso estou sempre fazendo as críticas que faço.
           Aliás, se não colocar uma máscara protetora e cinto de segurança no cérebro, eu também acabo me intoxicando, são tantos ataques e afirmações sem fundamentos, que não dá tempo de analisar uma por uma, e é esse consumo de ideias sem ter tempo de digerir, a pessoa compartilha uma informação se analisar e em seguida aparece outras trinta, uma lavagem cerebral sem controle que as pessoas param para pensar por elas mesmas como se estivessem drogadas.
            O que me preocupa não são as ideias divergentes, já aderi ao longo da vida um monte delas, meu medo é a possibilidade de não poder mais manifestá-las ou confrontá-las, e ainda ser preso e torturado se fizer isso, não poder escolher o a notícia que me interessa, meu medo é uma sociedade uniformizada, homogênea dirigida por pessoas com o mesmo nível de argumentos desses que assistimos aqui, que atacam a vacina em plena pandemia, defendem medicamentos que não tem eficácia, que defendem AI-5, intervenção militar, tortura, censura, etc., que não aceitam as pessoas como elas são, diferentes umas das outras, com posições políticas distintas.. tenho muito medo de ter que fechar meu facebook e meu blog e não poder mais me manifestar, pior, oficializarão a mediocridade e assumirão o que mais atacam: O COMUNISMO DAS IDEIAS. 

sexta-feira, 18 de junho de 2021

CO-RESPONSABILIDADE

 

RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS LINKS PARA CONTEXTUALIZAR

         Meu voto nulo tornou-me CO-RESPONSÁVEL pela presente ameaça à nossa democracia e por boa parte de todas essas quase 500.000 mortes provocadas por políticas equivocadas na saúde, e é por isso que tenho feito essa militância contra as políticas anticivilizatórias de Bolsonaro... "Dos males, o menor."
         Mesmo assim não esqueço que no auge do governo Lula, quando sua popularidade beirava os 90% e sua equivocada política econômica ainda não tinha dado errado, quando ainda tinha o Congresso nas mãos com o Mensalão, quando ainda não tinha acontecido o Petrolão e todos os seus desdobramentos, ele poderia ter feito as reformas que o país necessitava e nossa realidade hoje seria outra, sem a nefasta consequência do que está sendo Bolsonaro.
       O apoio sem críticas que os petistas sempre deram a Lula, e que seus seguidores continuam dando até hoje, são semelhantes ao apoio cego que Bolsonaro recebe de seus apoiadores, antes o incentivo à insanidade vinha dos "Blogs sujos" do PT, hoje vem do "gabinete do ódio", ambos financiados com dinheiro público para enganar a população.
       Nada mudou, basta entrar nas páginas dos petistas e bolsonaristas que vc conhece, é só elogios e exaltação, portanto, não foi só do meu voto nulo a responsabilidade pela insanidade atual.
       A saída? São Paulo, I Tess 5:21, São Descartes, nos capítulos e versículos sobre o "método da dúvida" e, principalmente, São Gilberto Carvalho, em seu convite à autocrítica.
   Como podem constatar, não foi só o meu voto nulo o responsável pelo obscurantismo que atravessamos e a tragédia porvir que está se configurando. 

segunda-feira, 7 de junho de 2021

NINGUÉM ESTÁ ACIMA DO BEM OU DO MAL

 


RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


MINHA PARTICIPAÇÃO EM UMA ENTREVISTA COM O MINISTRO DA EDUCAÇÃO, PAULO RENATO, SOBRE *MERITOCRACIA PARA UM ARTIGO PARA O JORNAL QUE ESTAVA SENDO CRIADO NA ESCOLA

         

"Está tudo dominado pelo presidente Jair Bolsonaro. O Congresso, no bolso dele. A Receita Federal, a Polícia Federal, a Agência Brasileira de Inteligência e a Procuradoria-Geral da República, sob seu estrito controle. Faltava render-se o Exército, não falta mais". Blog do Noblat, de 06/06/2021
   
            Em 2009, fiz duas publicações sobre mudança na educação por causa de uma discussão acalorada que tive em um grupo de professores que participava: “DESIDEOLOGIZAR PARA NÃO AMARELAR” e "E O PROFESSOR AMARELOU", e fui muito criticado por discordar que o professor deva ter liberdade total para construir o conhecimento junto com seus alunos, que para mim é improdutivo e irracional. Qualquer ciência pressupõe um método, apesar de saber a opinião da maioria dos colegas quando o assunto é melhorar a gestão escolar nessa linha, quase sempre atribuem ao "neoliberalismo" qualquer tentativa de introduzir palavras como "planejamento", "padronização", “CONTROLE”, “ FISCALIZAÇÃO”, "avaliação de desempenho" e *meritocracia, este último, mesmo sabendo que não se pode pensar em igualdade e alicerces sociais tão desiguais, mas que é fundamental no serviço público, em que todos entraram por concurso, portanto,  todos no mesmo nível.
            Mas voltando a intenção de Bolsonaro em fechar o regime, relembro a denúncia relatada pelo saudoso jornalista Ricardo Boechat sobre compras realizadas na Marinha, e que agora, três anos depois, repetiu com as compras de 15 milhões para funcionários da administração e membros das Forças Armadas que, além de toneladas de leite condensado, foi incluída compras de R$ 2,2 milhões em chicletes, R$ 2,5 milhões em vinhos e R$ 32,7 milhões em pizzas e refrigerantes, isso para não falar de uma denúncia mais grave, a do coronel, superintendente do Ministério da Saúde, no Rio de Janeiro, que foi demitido sob a acusação de contratos irregulares sem licitação.
                Não estou escrevendo isso para desmoralizar as Forças Armadas, mas apenas mostrar que ninguém está acima do bem ou do mal apenas pela função que ocupa, e que pelo fato de serem militares não estão imunizados contra o mesmo mal que atacou Lula e o PT.
             Se as intenção de Bolsonaro se concretizar, QUEM FARÁ O CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS SE OS MILITARES  FECHAREM O CONGRESSO E O STF?