sábado, 11 de janeiro de 2020

MINHA OPINIÃO SOBRE O VÍDEO DE NATAL DO "PORTA DOS FUNDOS É A MESMA DESDE 2015

RASCUNHO ONLINE

Não sei a razão deste post ter sido apagado para visualização do público, ele continua na minha lista de publicação do Blogspot (print acima), mas se clicar no link  diz "A página que você está procurando neste blog não existe.", e é esta exatamente minha postura sobre a censura ao Porta dos Fundos"

SE O VÍDEO NÃO ABRIR CLIQUE AQUI

O HUMOR ÁCIDO DO CHARLIE HEBDO NÃO ERA DIRECIONADO APENAS AOS MUÇULMANOS, POR ISSO NÃO EXISTE EXPLICAÇÃO RELIGIOSA OU IDEOLÓGICA QUE JUSTIFIQUE, AINDA QUE PARCIALMENTE, A MOTIVAÇÃO DE TAMANHA BARBÁRIE, COMO AS QUE TEM SIDO COLOCADAS  POR ALGUNS SETORES DA MÍDIA BRASILEIRA



"PARA OS HINDUS A VACA É SAGRADA...E AGORA? 
VOCÊ ASSASSINOU E AINDA COMEU O DEUS DELES" 
Do humorista Fábio Porchat
E SE VIRAR MODA ESSE TIPO DE ATENTADO?

NÃO DEIXE DE CLICAR NOS LINKS

          Consigo imaginar a dor dos muçulmanos que vivem marginalizados social e culturalmente nas periferias de Paris, e que ainda são agredidos em sua religião com charges como as do Charlie Hebdo. 
      Olhando os dois lados, penso também como se sente o cidadão francês comum, envolvido pela demagogia racial de políticos como os Le Pen, atribuindo todos os problemas sociais franceses aos imigrantes, opinião bem exemplificada nessa charge que coloquei acima, à "extrema direita", no topo dessa postagem, que usam valores inquestionáveis para esse povo, como a laicidade, fruto do marco mais importante da nossa civilização, a Revolução Francesa, além de ter em seu pensador maior, Voltaireo componente anticlerical que utilizam para instigar o ódio religioso entre irmãos, usando as mesmas armas da intolerância, presente na maioria dos países de origem dos imigrantes muçulmanos franceses, onde a diversidade religiosa e cultural também é tratada com a mesma intransigência e ignorância.
        O conflito existe, o radicalismo é, sem sombra de dúvidas, uma reação às agressões religiosas e sociais, além de serem também frutos das ações imperialistas francesas na divisão territorial do Oriente Médio após a Primeira Guerra Mundial, apesar de tudo isso, reprimir a liberdade de expressão, sob qualquer argumento, é um erro maior ainda, e silenciar esse humor, que provoca reações e discussões ao ironizar ideias e problematizar comportamentos, é  semear um obscurantismo medieval, e nenhuma solução violenta ou política vai mudar o homem por dentro, exatamente onde se encontra a raiz e a causa de todos os seus males, sociais, pessoais e ideológicos, e que nos regride aos degraus mais baixos da escala evolutiva.
       Impossível ficar apenas com "je suis 50% Charlie", e sei que há controvérsiase estou aberto a discutir tanto os aspectos políticos quanto os religiosos com quem interessar, mas para mim só existe duas opções, ou se acredita na liberdade de expressão, e inclui aí charges com as caricaturas que provocaram ódio e preconceitos ao islã, ou CENSURAR o pensamento, quer seja com leis ou através do medo, como esse provocado no ataque contra o Charlie Hebdo, no mais, como disse o humorista Gregorio Duvivier: “... quando surgir a dúvida sobre quem é o oprimido e quem é opressor, em geral, o individuo que foi fuzilado é o OPRIMIDO”.
         Quando aparece alguém dizendo “Eu não sou Charlie, je ne suis pas Charlie”, depois de examinar todos os argumentos, não me resta outra opção, me sinto na obrigação de publicar imagens de ações violentas que extrapolam as próprias razões que as motivaram, não deixa espaço para qualquer tipo de "diálogo" ou argumento que possa justificá-las, a única alternativa é o combate.
            Queria dar apenas mensagens fraternas do meu dia-dia, mas se calar o bicho pega e come... Não importa se a argumentação vem de filósofo, de escritor religioso ou Presidente da República... não questionar o que questionam é submeter a um entendimento regressivo... as imagens falam por si.



Atacar a nossa liberdade de expressão
 É atacar nossa nação"

VÍDEO COMPLETO AQUI



CRIANÇA TREINADAS PARA MATAR OU MORRER




sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

INÊS ARCHANJO



AVE MARIA
bicou abrindo meu peito
voou em meu coração
mostrou pra onde vou
em suas asas descobri quem sou
Ave Maria Inês Archanjo, meu anjo
ensinou-me voar,
nas alturas do amor


BRUNA ARCHANJO



BRUNA ARCHANJO

OURO NO OLHO
Garimpando palavras
no veio do coração,
riqueza de momento,
brilhando no pensamento.
Muita beleza e cor,
no foco do meu olhar,
quanto orgulho no gesto
do clique no celular


quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

POR QUE PAULO FREIRE?




RASCUNHO ONLINE

Não deixe de clicar nos links

          PAULO FREIRE é unanimidade, levanto dúvidas, não por questões políticas, mas pelos resultados educacionais sobre seu método na educação em nosso país.

          Para muitos ele  é inquestionável, por isso aplico a "Ceticismo Metodológico" (clique aqui) com o qual tento me aproximar da verdade, mas esses questionamentos são passionais demais para o meu gosto e os contrapontos podem se transformar em agressões verbais que procuro evitar com pessoas queridas com as quais tenho muito mais convergências do que divergências. 
          Chamar o educador de "energúmeno" me deixou envergonhado e embaraçado para emitir opinião, pensam só em política e nada sobre a nossa EDUCAÇÃO, para não ser leviano falei poucas vezes nesse assunto, devido ao meu profundo desconhecimento TEÓRICO sobre seu método, e também porque sei que muitos dos meus pares em educação, que defendem seu método com veemência, também nunca aprofundaram seus conhecimentos sobre o nosso "patrono da educação" , apenas reproduzem opiniões alheias, muitas vezes por questões POLÍTICAS.

           Por não ser um expert no assunto prefiro chegar às respostas com perguntas adequadas ("método socrático"?), as ideias podem até ser boas, e são, mas para *alfabetizar adultos, por isso minhas questões são apenas duas:

1- Usado há tanto tempo por que seu método não produziu resultados positivos, e o Brasil continua com  índices muito piores do que países ainda mais subdesenvolvidos do que nós?
2- Se o seu método é exaltado nos quatro cantos do mundo, o educador ganhou títulos em várias universidades do mundo, por que então só o nosso país o utiliza?


Citar Armindo Moreira não significa concordar com tudo que diz, aqui mesmo no Bloguetando falei nele algumas vezes, clique aqui

Tenho consciência que vivo em um espaço infinito e num tempo eterno, minhas posições não são absolutas, mudo de opinião sempre que os argumentos são mais consistentes que os meus, clique aqui


* Considerações sobre Paulo freire em minha monografia da Pós em "Tecnologias em Educação": 
 “Do latim ensignare, ensinar significa “colocar signos”, “depositar informações”, o que é criticado por Paulo Freire (1970), visto que a aprendizagem, sob essa análise, remete à memorização, como um repositório de dados. Aprender, porém, pode ser analisado num contexto mais amplo, em que há a construção do conhecimento a partir da interação entre pessoas e objetos pelo aprendiz, exigindo aqui uma interpretação e processamento da informação, a partir dos conhecimentos que cada um já traz consigo. “Em lugar de comunicar-se, o educador faz “comunicados” e depósitos que o educando, meras incidências, recebem pacientemente, memorizam e repetem. Eis aí a concepção “bancária” da educação, em que a única margem de ação que se oferece aos educandos e a de receberem os depósitos, guardá-los e arquivá-los.” (FREIRE, 1970, p. 33).
CLIQUE AQUI


terça-feira, 17 de dezembro de 2019

MINHA MAIS INTENSA EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL



PROJOVEM AEROPORTO
CLIQUE AQUI


LEMBRANÇAS INESQUECÍVEIS




NOSSOS FUNKEIROS DE VERDADE E O FERNANDÃO "FUNKEIRO DO PARAGUAI"

( NO MEIO O VÍDEO DÁ UMA TRAVADINHA, MAS DEPOIS CONTINUA)


NATAL

BRINCADEIRAS




VISITAS AOS NOSSOS ALUNOS





II SARAU POÉTICO


CLIQUE AQUI


PROJECA



ANIVERSÁRIO DA NOSSA SAUDOSA ALUNA LUCIMAR

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

EXCLUSÃO


RASCUNHO ONLINE



CLIQUE NOS LINKS
               
          Um dia cometi a heresia de fazer uma critica ao "deus político" de uma antiga militante partidária muito conhecida aqui de Muriaé, e que tinha sido minha amiga por quase 50 anos e, sem dó, me bloqueou da sua lista de amigos e mostrou-se para mim sem sua máscara de tolerância às divergências, contrariando a principal narrativa em seus discursos políticos de outrora (destaco nesse link o comentário de uma querida ex-aluna)        
           Tenho 2.488 amigos no Facebook, a maioria ex-alunos, por isso, a não ser por ofensas pessoais (exclui apenas UM) nunca excluo ninguém, muitos são "as matérias-primas" para as personagens que gosto de criar em minha cabeça ("Minhas Criaturas", aqui, no início da barra direita do blog), 
           Alguns tem um abismo de diferenças no pensamento entre nós, tanto para cima, quanto para baixo, com os quais me divirto em minhas brincadeiras diárias de "cascologia", adivinhar o que existe por trás das cascas com que se apresentam, com isso, de vez em quando alguém me descasca sem dó, ajudando-me enxergar minhas inúmeras feiúras, e até gosto disso, divergência faz parte de mim  
         Quando isso acontece prefiro o confronto das ideias na discussão civilizada, e não  que façam comigo o que Monsueto disse na canção quanto quis que morassem em sua filosofia: "botei na peneira e você não passou".


PUBLICAÇÕES RELACIONADAS
AQUI (outra que me bloqueou),
AQUI: A Difícil Arte da Convivência
A convivência é a grande oportunidade que temos para exercitar a tolerância e a humildade, e o grande obstáculo ao entendimento é que temos uma tendência natural em escutar somente aquilo que queremos ouvir, quando na maioria das vezes, é exatamente o contrário que precisamos para nos situarmo


I







domingo, 8 de dezembro de 2019

LIBERAL , NEM “NEO”, NEM “GERO”, SÓ ACREDITO HÁ MUITO TEMPO



RASCUNHO ONLINE

         NÃO DEIXE DE CLICAR NOS LINKS

          As palavras estão sempre carregadas rejeições, para esse governo todos são comunistas/socialistas, exatamente a mesma aversão que a esquerda sempre sentiu pelos liberais quando usam a expressão pejorativa “neoliberal”, por isso repito sempre que o governo Bolsonaro é o extremo oposto do governo de Lula, a terceira lei de Newton aplicada à política, uma reação igual e em sentido contrário a tudo que representou o governo petista.
          O problema é que como faço criticas tanto a um quanto a outro, um lado me enxerga como neoliberal e o outro como socialista, uma terceira corrente, como a da minha amiga no Fecebook Maria José Cardoso, acha que estou em cima do muro quando na verdade tenho uma visão clara da política que pratico
          Sou um liberal progressista nos costumes e nas questões sociais e tenho consciência que no meu “liberalismo Budistaristotelico cartesiano de centro” só o capitalismo pode fazer frente às demandas de recursos para financiar benefícios sociais em um país tão carente como o nosso.
          Nunca poderia votar em um homem com as ideias de Bolsonaro, assim como fico chocado com declarações absurdas dele e de seus ministros, mas uma coisa ninguém pode negar, contribuiu imensamente para a nossa "diversidade política/ideológica" fazendo contraponto as narrativas da esquerda, que por causa disso deixou de ser uma unanimidade, e embora eu corra o risco de ser devorado por esse Caliban, não sou um "neo", novo liberal, mas um "gero", velho liberal (antigo), prova disso é esse artigo da Gazeta de Muriaé do início dos anos 90 e aqui, há 10 anos




domingo, 24 de novembro de 2019

FÍSICA E MATEMÁTICA COMPORTAMENTAL





sexta-feira, 1 de novembro de 2019

O CERTO AJUDANDO CRIAR O MAL

RASCUNHO ONLINE



Rascunho online
CLIQUE NOS LINKS

          Não tenho a mínima intenção de influenciar ninguém, apenas manifesto aqui, exclusivamente nesse MEU espaço, minha confiança na política liberal do ministro Paulo Guedes. As pessoas confundem liberalismo com ausência de preocupação social, o que é um grande engano, já que só ele, o capitalismo liberal, é capaz de fazer frente às demandas de recursos para financiar benefícios sociais em um país tão carente e desigual como o nosso.
          Nunca uso o termo “social liberal”, prefiro o meu "liberal tarciano budistaristoltélico cartesiano, de centro" que certamente não está de acordo nem com o capitalismo liberal de Adam Smith, muito menos tem respaldo no socialismo científico de Karl Mark, mas é a melhor forma para atender nossas demandas sociais, em um país desigual como o nosso.
         Quando vejo o filho do presidente da república instigando na população a volta do AI 5, como em outros de seus muitos outros endossos anti civilizatórios, como ser a favor da tortura, porte de arma, as mais variadas formas de preconceitos, contra o estado laico, etc.,  e o pior, um monte de gente aplaudindo, sinto que com o meu apoio a Paulo Guedes, que tenho certeza fará a economia deslanchar, também estarei ajudando a criar um novo CALIBAN, que irá devorar a todos aqueles que hoje o estão alimentando.

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

DIA DO PROFESSOR


CLIQUE NOS LINKS

        A importância social e as realizações pessoais do professor são tão significativas que se os salários e os benefícios fossem considerados superiores ao justo, principalmente se comparados aos das carreiras mais prestigiadas no país, os concursos para o magistério seriam mais disputados, atraindo  jovens com “múltiplas inteligências” e vocacionados para a função. Ganharia a educação como um todo.
        Essa profissão é tão mágica que até profissionais com limitações como as minhas, só com a vocação e muita determinação, conseguem superar todas as dificuldades e ainda ter reconhecimento de seus alunos (aqui e aqui).

Feliz dia do professor para todos esses profissionais abençoados