terça-feira, 19 de outubro de 2021

PATERNALISMO REGRESSIVO

 

           RASCUNHO DOS MEUS PALPITES LEIGOS E DIVERSÃO ONLINE


CAMINHÃO DE  LIXO EM UM BAIRRO NOBRE DE FORTALEZA

      Há muito abandonei essa história de trazer para a política a nossa tendência à dualidade, quer seja originada em processos biológicos como vida e morte como vigília e sono, mas também em outras formas de duplicidade na maneira de pensar como oito ou oitenta, bom ou mau, Lula ou Bolsonaro, Deus ou diabo, Atlético ou Cruzeiro (coitado), etc., e ir à raiz em vez de ficar criticando a folhagem dos problemas que afeta a todos nós
         O que estamos precisando é de sinergia, concentrar esforços, focar no sentido de abandonar esse paternalismo regressivo do “pai protetor” e começar a pensar coletivamente “do alto” ou “à frente”, em vez dessa lateralidade improdutiva de “esquerda e direita”.
          Com um governo no nível do presidente Bolsonaro, a população brasileira em vez de procurar criar novos mecanismos para APERFEIÇOAR AS NOSSAS INSTITUIÇÕES, Câmara Federal com mais representatividade como o Voto Distrital, e listas tríplices para ministros do STF e PGR, elaboradas pela magistratura e a Procuradoria, ou ainda, sem querer dar uma receita pronta, debater com os principais setores da sociedade civil alguma forma de melhorar essas representações, em vez disso, voltaram a criar no ex-presidente Lula a figura do velho mito “salvador da pátria”.
           Mesmo com todas as divergências que tenho com o PT, quinta-feira passada compartilhei um vídeo dos ex-presidente em que se antecipou ao problema bem antes dessa cena horrível do caminhão de lixo em um bairro nobre de Fortaleza, mas que precisa ser dita e repetida infinitas vezes até que, definitivamente, as pessoas acordem dessa letargia cívica em que se encontram :
CLIQUE NO LINK PARA VER A FALA DO PRESIDENTE LULA:

domingo, 17 de outubro de 2021

CALA A BOCA FERNANDÃO

UMA ROLHA NÃO... VÁRIAS!!!


 

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

VOCÊS PENSAM QUE EU TAMBÉM NÃO GOSTARIA DE TER FÉ?

 

           RASCUNHO DOS MEUS PALPITES LEIGOS E DIVERSÃO ONLINE

CÂNTIGO NEGRO - JOSÉ RÉGIO 

Youtube: https://youtu.be/LUO2GKxzlbI

Não deixem de clicar nos links

          Faço "perguntas céticasporque conheço o canto das sereias, assim como Ulisses, sei que o seu "canto tem encanto" irresistível, por isso, apesar de me negar a  colocar ceras nos ouvidos, prefiro escutar as “letras” das canções que cantam, mas por precaução me amarro firmemente no mastro da dúvida.
          Não acreditei nas intenções de Bolsonaro e tenho um pé atrás com o discursos  que atualmente coloca Lula no primeiro lugar nas pesquisas de intenções de votos para a próxima eleição.
         Embora reconheça os avanços sociais na primeira parte de seu governo, não esqueci os resultados de sua política econômica baseada no consumo, corretas em um primeiro momento, mas como não fez as reformas que o país necessitava en
quanto tinha cacife político, não houve investimentos na produção, que é o que faz um país crescer, o governo do PT deu no que deu, e quando já estava na UTI, chamaram tardiamente o liberal Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda que, mesmo com os contingenciamentos, o resultado foi o impeachment político da "presidenta" Dilma. 
          Há alguns anos trocando ideia em uma festa com um assessor parlamentar de um deputado Federal aqui da região, ele discordou dos meus argumentos quando disse que a reforma política é a mais importante (primeiro link abaixo, e aqui também), "que tem outras reformas mais importantes", e citou entre outras a reforma tributária. Pois reafirmo que sem a reforma política, com os deputados que temos aí, reforma alguma resolverá os problemas brasileiros.  
           Em minha opinião leiga o problema do país é parar de acreditar em semideuses e, de fato, "crer" na DEMOCRACIA e na REPRESENTATIVIDADE, e o "milagre" para isso é criar INSTITUIÇÕES FORTES, sobretudo LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO (através de uma PEC), do contrário continuaremos nesse círculo vicioso entre os novos lulas e os próximos incompetentes bolsonaros que virão.


terça-feira, 12 de outubro de 2021

FLEXIBILIZANDO ANALOGIAS NO PENSAMENTO

           RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE



Ao ver este meme fiquei pensando na minha área, História, e fiz uma alusão ao "pacto colonial", no fim do "monopólio da coroa" e "abrir os portos" às novas ideias, "internacionalizar" a imaginação.
Extinguir a matriz do atraso, o "plantation" político da "monocultura de ideias" e a "escravidão" ideológica, estabelecer definitivamente o "livre" pensamento nas questões políticas.
Clique:
CONIUNCTIO OPPOSITORUM (União dos opostos)

domingo, 3 de outubro de 2021

MEA-CULPA

                                                                 RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE




LINKS PARA CONTEXTUALIZAR

                 Esta semana uma amiga, militante petista, declarou que “precisou que Bolsonaro fosse eleito para que as pessoas que antes eram contra Lula reconhecessem o seu verdadeiro valor”, daí lembrei da declaração do youtuber Felipe Neto: “Dói admitir o erro, mas estava errado sobre o Lula, difícil encontrar alguém que era mais anti-Lula do que eu”
                Analisando o que disse a petista sobre reconhecer o valor de Lula e o “cristão-novo”, que tinha de berço “ódio antipetista”, fiquei pensando que nunca cheguei a odiar Lula, mas continuo sendo um crítico de suas políticas econômicas.
                 Não sei precisar até onde eu também possa ter sido influenciado pelo advento das novas tecnologias da informação, que tem interferido nas questões políticas, culturais, sociais e econômicas, mas, ainda assim, sempre tento separar o joio do trigo, e apesar das criticas ao "Lulapetismo", sou pragmático e livre pensador, independente da lateralidade (esquerda/direita) de quem realizou ou propôs uma ideia que possa melhorar a vida das pessoas.
       Já fiz o “mea-culpa” por ter anulado o meu voto nas últimas eleições, antes já tinha cometido outros "pecados", votei no marginal Aécio Neves, meu consolo é que gente muito boa como Marina Silva também cometeu o mesmo engano, e mea-culpa por mea-culpa, até Gilberto Carvalho, por vezes chamado de o novo Golbery ou de "o novo Chalaça de Lula, também já fez a dele.
         Não consegui passar uma borracha nas obras realizadas por empreiteiras no sítio de Atibaia, Controle Social da Imprensa e muito menos o Mensalão e o Petrolão, toda a corrupção e os equívocos dos governos petistas, mas não nego que o país está dividido entre o antes e o depois de Lula por causa de suas políticas inclusivas.
          Mesmo sendo leigo em economia, sei que é verdadeiro o que Lula está pregando para sua campanha do ano que vem, e que colocou em prática no primeiro mandato, que é trazer os “invisíveis” para o consumo, e que essa política criou um círculo virtuoso na economia, todos consumindo a sociedade melhorou, comércio, serviços, indústria e a arrecadação de impostos.
         Nunca neguei os aspectos positivos de Lula, o problema é que a economia não se sustenta baseada apenas no consumo, e quando ele tinha todas as condições para fazer as reformas que o país necessitava, e continua precisando até hoje para atrair investimentos para a produção, preferiu ficar apenas com o culto ao ego através da sua popularidade nas alturas, e quando a conta do consumo chegou, com a população endividada, deu no que deu, tendo que chamar o Liberal Joaquim Levy e os contingenciamentos que ninguém esqueceu quando estava no comando da economia no governo Dilma, mas já era tarde, e o seu inevitável impeachment veio por falta de sustentação política, e foi tudo isso, quer queiram, quer não, que nos levou a este trágico governo Bolsonaro.
           Só lembrando que Lula não foi absolvido,  realmente houve suspeição em julgamento, e todos os seus processos voltaram à estaca zero, e que provavelmente prescreverão, mas ainda assim, na ausência de uma candidatura viável fora dessas verdades que aí estão estabelecidas, entre Lula e Bolsonaro, não tenho a menor dúvida em quem votarei          





terça-feira, 28 de setembro de 2021

EDUCAÇÃO SÓ PARA ADULTOS OU PARA TODOS?

 

RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


             Nas comemorações dos 100 anos de Paulo Freire, fiz um comentário no post do Jornalista Ramiro Batista sobre esse grande brasileiro (trouxe a foto de sua postagem), que transcrevo agora para quem se interessa pelo assunto.
          Gostaria muito de ser contestado pelos meus amigos, professores, isto porque minhas dúvida não são como as mesmas da militância bolsonarista, em sua maioria de quem só sabe de Paulo Freire pelos memes da militância distribuído pelo governo.
                   Minha prática sempre foi, de certa forma, muito mais "freiriana" do que o discurso da maioria dos professores que conheço, e que defendem  intransigentemente o patrono da educação mas, contraditoriamente, praticam o que ele mais condenava, a "educação bancária", depositar conhecimento na cabeça do aluno. 
                   Como estou sempre questionando e duvidando de tudo, não acho saudável o "endeusamento" de qualquer ser humano, por isso coloquei o vídeo do filósofo e educador Armindo Moreira, do qual discordo 100% da sua opinião dele em seu livro  "Professor não é Educador", mas coloquei acima o vídeo como contraponto à utilização do método Paulo Freire, já que realmente seu método funcionou, 
comprovadamente,  para educação de adultos.
                       Ninguém te 40 títulos de "honoris causa" por nada, afinal é o intelectual brasileiro mais citado no mundo, e realamente o método que criou e utilizou para alfabetizar quase quatro centenas de adultos analfabetos, em apenas 40 horas, com uma hora por dia, é o que lhe deu, por merecimento, todo o prestígio que tem, esse 
fato ocorreu em 1963, em Angicos-RN, e alfabetizou utilizado a realidade que aquelas pessoas viviam. 
                
Nessa semana de comemoração dos 100 anos de Paulo Freire vi um exemplo bastante emblemático sobre o seu método, que foi utilização da realidade daquelas pessoas para aplicar seu método. Quando ia ensinar para um pedreiro e usava a palavra “tijolo”, para a cozinheira “cebola” para alfabetizar, que serviam de “start” para falar sobre a realidade que eles estavam inseridos. 
                       
A razão de ser tão contestado, principalmente por pessoas que defendem um regime autoritário, militarização de escolas e são saudosistas da OSPB, é porque junto com o “tijolo”, além da alfabetização ele dava as pessoas o senso crítico: “tijolo” serve para construir casas... Porque que você não tem casa? E naquela época o que menos interessava ao governo autoritário é que alguém questionasse
 
Mas muita coisa mudou de lá para cá, e duas delas foram o fim da guerra fria e o nosso país ter se tornado democrático, e o questionamento agora, independente de política, é pragmático
                  
Em 2019, na classificação do PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) o Brasil ficou em 57º lugar em 70 países para estudantes a partir do 7º ano do ensino fundamental, com média de 15 anos. Das duas uma, ou o método Paulo Freire não está sendo aplicado corretamente ou ninguém segue porque realmente não é adequado para alunos dessa faixa etária
 
- É um método exclusivo para alfabetização de adultos?
 
- Quantos países do mundo utilizam o método Paulo Freire?

-  Há também muitas falsas informações sobre esse grande brasileiro

          


           
           

sábado, 25 de setembro de 2021

CONFITEOR (CONFESSO)

 

RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE

CONTEXTUALIZE CLICANDO NOS LINKS

     Fiquei pensando em uma parte da oração do confiteor (confesso), que aprendi adolescente, quando fui “coroinha” na Matriz São Paulo ajudando missa em latim, e que nunca esqueci:  “mea culpa, mea culpa, mea máxima culpa”.
     Coloquei novamente esta figura, que peguei na internet, para ilustrar meu post porque estou sempre falando dos perigos em “colocar Deus junto com interesses políticos, mas eu mesmo estou sempre fazendo analogias com citações bíblicas, e nesse caso, Mateus 23:27, “sepulcros caiados”.
         Vi uma publicação de um desses fanáticos que segue Bolsonaro negando a corrupção no caso das vacinas da Covaxin, e mais uma vez constatei que eles só se informam pelas mídias governamentais, e nelas, claro, “não há corrupção nesse governo”.
       Também não farei aqui como os fanáticos petistas que negam veementemente o Mensalão e o Petrolão, mas a diferença entre Lula e Bolsonaro, é que Lula sempre teve preocupações inclusivas, e muitas de suas atitudes, entre tantas críticas contundes que já fiz, há também muitas positivas, e sempre me apego a uma em especial, que estou sempre citando, que foi criar pontes de entendimento pelo exemplo, a respeito da complicada engenharia de se construir pontes de entendimento ligando posições aparentemente antagônicas.   
        Tenho inúmeras críticas aos governos petistas, que não repetirei mais uma vez para não me estender mais do que normalmente me estendo, assim como tenho várias opiniões negativas sobre petistas, esta semana mesmo fiz um post quando vi um amigo dizendo que "odeia os ricos e a classe média quese acha rica”, mas também nunca tive “raiva entranhada dentro de mim”, muito menos pensei que Lula fosse “a personificação do mal” como disse em o seu “confiteor”, o youtuber Fellipe Neto, em abril desse anos.
           Outra atitude que nessa linha, realço como positiva, foi o mea culpa de Gilberto Carvalho, que foi assessor e conselheiro do Presidente Lula, sendo por vezes chamado de "o novo Golbery", ou o "novo Chalaça", do primeiro império.
           A MEA CULPA, MEA CULPA, MEA MAXIMA CULPA foi, mesmo conhecendo as posições fascistas, preconceituosas, racistas, antifeministas e homofóbicas de Bolsonaro e todas as outras atitudes e declarações que fez ao longo de sua infrutífera carreira política, me penitencio por TER VOTADO EM BRANCO (Clique no primeiro link do post) nas últimas eleições presidenciais. 
          
           

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

HOJE ACORDEI CARENTE E INSEGURO

RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE

"Não sei a hora, mas sei que há a hora"
A Última Nau - Fernando Pessoa

Rascunho e diversão online
          Estou com setenta anos, meu netinho com seis, escrevo compulsivamente, agora, por exemplo (23/09/21), estou há quatro horas escrevendo (3 últimos posts: 1, 2 e 3), é como se eu pudesse continuar conversando com ele, sobre os mais variados assuntos, mostrar-lhe as coisas que gosto, meus valores, comentar sobre o meu dia-a-dia... até, quem sabe, 2085, quando ele então terá a minha idade, e talvez viverá até muito mais, a expectativa de vida das pessoas só aumenta, mas quando ele chegar lá, eu já estarei há muito tem "adubando narcisos" (Carpe Diem, há 10 anos).
           Por que? Só conheci minha avó materna, vó Zica, e dela só tenho fragmentos da memória infantil, algumas não muito boas. 
           O avô materno e a avó paterna não tenho uma foto sequer, um pouco mais de informações sobre meu avô paterno, do meu pai deixo para ele o resumo do que aprendi e admirava, e o que pincei da sua personalidade que mais admirava, guardei com muito carinho em meu coração.
            Tenho uma misteriosa ligação de almas com meu filho, assim que acabei de escrever esta postagem, recebi uma notificação de uma postagem dele em que falava exatamente da mesma coisa... avó.
         Quem sabe, algum ex-aluno também esteja vivo em 2085, bem velhinho, e entre no meu Facebook, quem sabe sinta um pouco de saudade dos anos "extraordinários" que vivenciamos juntos: Aqui e aqui

domingo, 29 de agosto de 2021

O QUE HÁ EM COMUM ENTRE LULA E BOLSONARO?

RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


          Antigamente uma das minhas muitas críticas a Lula era contra os seus constantes ataques à imprensa livre, ainda hoje ele a culpa mais pela sua prisão do que escândalos como o Mensalão e o Petrolão, tanto que incluiu em sua pauta para a campanha de 2022 regulamentar seu antigo e natimorto "Controle Social da Mídia".
         E a sua progressiva "boiada", aquela que fica à esquerda daquele outro "gado", também tem nele a mesma representação fantasiosa, uma espécie de fanatismo religioso, desenhado por mecanismos mentais que, em outras palavras, tem exatamente o mesmo significado que a palavra "MITO"... uma prisão psicológica que necessita de um tratamento reflexivo
 coletivo, e de início sugiro uma reflexão sobre a letra da canção "I Want To Break Free", e nos posts que fiz ontem, "Educando Mídia" e anteontem, "Nossas Opções para 2022".

Eu quero me libertar
Eu quero me libertar
Eu quero me libertar das suas mentiras
Você é tão autossuficiente, eu não preciso de você
Eu tenho que me libertar
Deus sabe, Deus sabe que eu quero me libertar...






quinta-feira, 26 de agosto de 2021

INDIRETAS


RASCUNHO E DIVERSÃO ONLINE


          Uma indireta nas redes sociais quando mirada para apenas uma pessoa sempre atinge outras 20, e mesmo quando tem objetivos pedagógicos, quase sempre o ego cria um escudo protetor impedindo que ela atinja seus objetivos.
          Minha excessiva autocrítica impede essa proteção, ainda que não seja para mim e mesmo que a considere injusta, sempre aprendo alguma coisa,
           Se foi pra mim, indireta ou não, independente de acertar o alvo ou não, se foi critica construtiva ou não, se teve intenção pedagógica ou não, critico o governo Bolsonaro sim, e faço isso porque sou democrata, e também porque sempre fiz críticas aos governos petistas, mas nunca defendi mitos, de esquerda ou de direita, e sim instituições fortes, principalmente a Câmara dos Deputados pelo voto distrital, e colocar na Constituição listas tríplices, elaboradas pela Procuradoria e pela Magistratura, para escolha da PGR e Ministros do STF, além de mandato por tempo determinado.
            Quanto à indireta, nunca defendi aqui "escola sem partido", o mais próximo que já escrevi foi defender a liberdade do aluno em relação a doutrinação em sala de aula, e por criticar o Ministro da Educação de Bolsonaro, não faz de mim um "traidor", porque não posso trair o que nunca defendi, muito antes da última eleição, minha posição sempre foi escancarada, este post fiz antes das eleições de 2018
            Ser liberal etimológico, inclusive nos costumes, nunca fez de mim um bolsonarista, ainda mais quando defendem AI-5, e me vira o estomago esses defensores "da família, da pátria e da moral", capitaneados pelos pastores Edir Macedo, Silas Malafaia, Marco Feliciano, Valdomiro Santiago, e outros honestíssimos moralistas patriotas de plantão.
               Não tenho como me calar só para não ser rabugento.