quinta-feira, 14 de outubro de 2021

VOCÊS PENSAM QUE EU TAMBÉM NÃO GOSTARIA DE TER FÉ?

 

           RASCUNHO DOS MEUS PALPITES LEIGOS E DIVERSÃO ONLINE

CÂNTIGO NEGRO - JOSÉ RÉGIO 

Youtube: https://youtu.be/LUO2GKxzlbI

Não deixem de clicar nos links

          Faço "perguntas céticasporque conheço o canto das sereias, assim como Ulisses, sei que o seu "canto tem encanto" irresistível, por isso, apesar de me negar a  colocar ceras nos ouvidos, prefiro escutar as “letras” das canções que cantam, mas por precaução me amarro firmemente no mastro da dúvida.
          Não acreditei nas intenções de Bolsonaro e tenho um pé atrás com o discursos  que atualmente coloca Lula no primeiro lugar nas pesquisas de intenções de votos para a próxima eleição.
         Embora reconheça os avanços sociais na primeira parte de seu governo, não esqueci os resultados de sua política econômica baseada no consumo, corretas em um primeiro momento, mas como não fez as reformas que o país necessitava en
quanto tinha cacife político, não houve investimentos na produção, que é o que faz um país crescer, o governo do PT deu no que deu, e quando já estava na UTI, chamaram tardiamente o liberal Joaquim Levy para o Ministério da Fazenda que, mesmo com os contingenciamentos, o resultado foi o impeachment político da "presidenta" Dilma. 
          Há alguns anos trocando ideia em uma festa com um assessor parlamentar de um deputado Federal aqui da região, ele discordou dos meus argumentos quando disse que a reforma política é a mais importante (primeiro link abaixo, e aqui também), "que tem outras reformas mais importantes", e citou entre outras a reforma tributária. Pois reafirmo que sem a reforma política, com os deputados que temos aí, reforma alguma resolverá os problemas brasileiros.  
           Em minha opinião leiga o problema do país é parar de acreditar em semideuses e, de fato, "crer" na DEMOCRACIA e na REPRESENTATIVIDADE, e o "milagre" para isso é criar INSTITUIÇÕES FORTES, sobretudo LEGISLATIVO E JUDICIÁRIO (através de uma PEC), do contrário continuaremos nesse círculo vicioso entre os novos lulas e os próximos incompetentes bolsonaros que virão.


Nenhum comentário: