terça-feira, 29 de novembro de 2011

PINOS QUADRADOS EM BURACOS REDONDOS - EXPONDO MEUS "TEXTÍCULOS" DO FACEBOOK 05

"Aqui estão os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de caso. Os pinos redondos nos buracos quadrados. Aqueles que vêem as coisas de forma diferente. Eles não curtem regras e não respeitam o status quo. Você pode citá-los, discordar deles, glorificá-los ou caluniá-los, mas a única coisa que você não pode fazer é ignorá-los. Porque eles mudam as coisas. Empurram a raça humana para a frente. E, enquanto alguns os vêem como loucos, nós os vemos como geniais. Porque as pessoas loucas o bastante para acreditar que podem mudar o mundo, são as que o mudam".
Postado por Renato Sigiliano

“O medo coletivo estimula o instinto de rebanho e tende a produzir ferocidade contra aqueles que não são considerados como membros do rebanho”
.                                                                                                                       Bertrand Russel
           Você (Renato Sigiliano) é uma das “muitas” pessoas que, pelos mais variados motivos, aprendi admirar aqui no grupo, e esta admiração aconteceu algumas vezes mais por resistência do que por adesão. Entre outras, destaco uma que não me lembro exatamente do contexto ou as palavras: “que contestava mesmo”, ou “criticava mesmo”, “isto porque já tem muita gente para falar bem ou paga para elogiar”, ou seja, “pinos quadrados em buracos redondos”... (inverti a geometria dos pinos para arregaçar mais os buracos)
           Eu, como já tive muitos problemas neste sentido por aqui, achei este texto que postou uma boa oportunidade para esclarecer quem me enxerga apenas como um “criador de caso”.
           Por força da própria formação gosto de brincar com as idéias, e não perco a oportunidade de examinar, cuidadosamente, sempre, o outro lado da moeda e, nesta flexão do pensamento, (a única malhação que realmente faço) eventualmente, acabo abrindo mão de algumas convicções, que faz parte de uma dinâmica, às vezes dolorida, de quem acredita que só a burrice é estática, aí sim, gosto enfiar um pino bem grande, redondo e grosso, em cabeças quadradas.
           Acho ingenuidade pensar que algum sistema possa ser perfeitamente bom ou fatalmente ruim, e esta postura vale para qualquer discussão, e não estou argumentando a favor da neutralidade, pois sei que ela não existe, falo é da impessoalidade, sem facciosismos ingênuos ou interesseiros, necessários à liberdade de qualquer pensamento.
           Mais um “textículo” para o meu blog
Mais sobre "neutralidade" e "impessoalidade":
http://bloguetando.blogspot.com/2009/01/neutralidade-ou-impessoalidade.html

2 comentários:

Chikita Bakana disse...

Adorei o texto do Renato "..."Aqui estão os loucos. Os desajustados. Os rebeldes. Os criadores de caso..."
Pena que eu fui criar caso, fui ser louca com um louco que não aceita ser contrariado.
Partindo disto a loucura dele me dá o direito de vê-la com direção marcada. A minha loucura, com consciência, alma e coração, não tem direção a não ser o sonho!!!Mas fui muito mal interpretada por ele ou considerada como alguém que poderia atrapalhar ou ofuscar o brilho individual que talvez ele necessite ter.
Abraços e viva a loucura dos bons e puros de alma e coração...

Rita Barroso

Anônimo disse...

Este texto é do Steve Jobs... é lindo demais "aqui estão os loucos..."