quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

OS ROLEZINHOS E A "SOCIEDADE DO ESPETÁCULO"





          Alguns vão logo dando sentido ideológico e buscam na História resquícios sutis de uma sociedade estratificada em estamentos herdados da Idade Média, outros preferem radicalizar e fazer analogias entre o sistema de castas, na Índia, e a nossa sociedade atual.        
         Já os militantes de esquerda não perdem oportunidade para falar em “materialismo histórico”, afirmando que os conflitos sempre foram o principal fator para que as mudanças sociais acontecessem, e que as grandes transformações só aconteceram quando estes conflitos chegaram a um ponto insuportável, e que os “ataques" aos templos do consumo por jovens da periferia é um claro sinal que estamos chegando nos limites desta insatisfação.
             Há quem prefira abordagens sociológicas afirmando que os privilégios não fazem concessões... ou são derrubados, ou, apesar das leis, continuarão inalterados.
             Mas coisas não são como aparentam, muito menos os rolezinhos estão relacionados com as passeatas do ano passado ("ou não", parafraseando Caetano, mas segundo Lobão). 
            Prefiro a explicação de Luiz Carlos Azedo (blog do Azedo): “Nas atividades artísticas e culturais, nas disputas políticas, nas relações de trabalho, nas redes sociais e na vida mundana, ninguém se estabelece sem um bom desempenho na "SOCIEDADE DO ESPETÁCULO". Até que ponto nossos jovens de baixa renda, ao se organizarem em rede e se reunirem em massa nos shopping centers, não estão tentando apenas traduzir para o restante da sociedade que eles existem em seu próprio mundo, com lideranças e estilo de vida próprios? Que não querem só a comida que a renda lhes garante, mas também diversão e arte, como na música dos Titãs: ‘A gente quer inteiro/E não pela metade’...”

Um comentário:

Raimundo Neto disse...

Boa tarde professor, muito bom este post. Por favor se for possível vc fazer uma postagem sobre o capitulo 6 da SOCIEDADE DO ESPETACULO (O TEMPO ESPETACULAR)Gostaria de entender melhor..
Ficaria muito grato. Obrigado.

caso faça por favor me avise para eu ler rai.sneto@gmail.com