quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

VOTO DISTRITAL - UMA QUESTÃO REVOLUCIONÁRIA


PALAVRAS AO VENTO?

           Se votei em um Deputado quero saber como foi sua atuação, e nem a propaganda política no horário eleitoral ou argumentos de cabos eleitorais movidos por interesses próprios fornecerão as informações que necessito para avaliar o desempenho de quem está me representando.
           Isto só será possível, através de um debate democrático entre candidatos que estejam pleiteando a mesma função pública, no meu distrito eleitoral, assim poderei avaliar, cristalinamente, sem nenhuma sombra de dúvida, se o candidato está à altura do cargo que ocupa e do meu decisivo e consciente voto.
           Para isso, o voto distrital é o melhor mecanismo de controle e fiscalização, já que não existe o menor interesse por parte destes políticos “viciados” em aprovar qualquer matéria que os coloque sob a tutela do povo, e isso só poderia acontecer através uma mobilização popular, com petição pública, da mesma forma como foi aprovada a lei da "ficha limpa".
           Nossa presidente prometeu em sua posse que iria fazer a tão sonhada reforma política, mas nós sabemos que também foi promessa não cumprida do presidente Lula, qualificada como prioridade em seu discurso de posse no segundo mandato, mas a lógica dos interesses prevaleceu da mesma forma como havia acontecido com seu antecessor, o presidente Fernando Henrique Cardoso.
           Excepcionalmente, nossa presidente deveria entrar em contato direto com o povo e, à revelia das conveniências e dos interesses que conhecemos muito bem, incentivar uma “petição pública” a favor do voto distrital, que possibilitasse a regionalização dos grandes debates nacionais e estabelecesse vínculos estreitos entre políticos e eleitores, esta seria sua grande oportunidade de resgatar seu passado revolucionário e, através deste mecanismo democrático, iniciar uma verdadeira “faxina” nesta nossa emporcalhada política.
           A reforma política é a "mãe de todas as outras reformas", nenhuma outra deveria ao menos ser discutida se os políticos não tivessem que prestar conta de seus atos ao povo. O eleitor brasileiro nem sequer se lembra em quem votou nas últimas eleições, isto sem falar em candidatos eleitos pelo voto proporcional como os três que pegaram carona na votação do humorista... Vão prestar contas a quem? Ao Tiririca?
           O voto por distrito seria um simplificador, e até diminuiria os "custos" de uma eleição, fazendo com que a decisão dos eleitores dependesse, exclusivamente, do desempenho dos próprios políticos, e não da ação de uma legião de cabos eleitorais espalhados por todas as regiões do Estado.
           Tenho certeza que os candidatos que votei na última eleição não teriam o menor problema com o voto distrital.
           Nosso problema é uma mera questão de foco... atiramos para todos os lados, sem de fato direcionar para aquilo que realmente precisa ser mudado... Dá no saco escutar pessoas reclamando de políticos.

4 comentários:

EE BRASIL disse...

oi amiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiigo! obrigada pela visita! eu ando tão atropelada.....não te esqueci, não! sempre passo pelos blogs amigos, mas sempre com pressa!este ano prometo ser mais cautelosa, deixar sinais de visita!
bjsssssss

Fernandão disse...

Transcrevendo o e-mail do Senador Demóstenes Torres

Senhor Fernando,

Defendo o voto distrital misto, dentre outras iniciativas, para melhorar nosso sistema eleitoral.

O financiamento público de campanha e a fiscalização intransigente do Ministério Público e Justiça Eleitoral também são iniciativas importantes.

Conte comigo.

Atenciosamente,

Senador Demóstenes Torres

Historiando disse...

Olá,
somos três estudantes do curso de História da Unicamp e resolvemos criar um blog para diminuir a diferença que existe entre os ensinamentos escolares e universitários. Resolvemos divulgar para a mídia relacionada a esse assunto porque a ponte entre o ensino escolar e o acadêmico faz parte de diversos debates e polêmicas.
Ficaríamos honradas se você acessasse nosso blog. Criamos nele, também, uma página com explicações simples para variados conceitos, tão importantes para entendermos os processos históricos. Criamos um twitter para divulgar as atualizações. @historiando_07
O link é http://historiandonanet07.wordpress.com/
Agradecemos a disposição,
Ana Carolina Machado
Ligia Fornazieri
Paula de Almeida Franco

Eliane Clara Pepino disse...

Professor Fernando fico feliz por acessar o www.futurotaqui.blogspot.com e estar nos seguindo.É um privilegio tê-lo conosco virtualmente.Visite-nos sempre deixe-nos suas opiniões nos posts que assim mais identificar.Um blog que iniciou com meu ex-aluno,pc,na escola como atividade extra-classe e hoje tomou uma proporção de mudança de vida para um aprofessora de Comunicação Alternativa como eu.Parabéns pelo seu trabalho no blog!Também circularei por aqui e determinação á tdos nós!